Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Há tempos o aborto não era tão discutido quanto foi nos últimos dias

Última vez que os brasileiros buscaram tanto pelo termo nas redes foi em agosto de 2018.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 27 ago 2020, 19h19 - Publicado em 28 ago 2020, 18h32

A comoção nacional gerada pela barbárie com a menina de 10 anos que engravidou do tio estuprador — e os fanáticos que foram ao hospital onde estava a menina — recolocou o aborto na pauta do país. Nas redes, o interesse por “aborto” chegou a seu nível mais alto dos últimos dois anos, segundo dados do Google Trends.

A última vez em que os brasileiros buscaram mais pelo termo do que agora foi em agosto de 2018, quando o STF debatia a descriminalização do procedimento no país. As consultas pelo assunto tiveram aumento de 120% na comparação com o mês passado.

Publicidade