Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A volta da cúpula do Judiciário aos eventos de Bolsonaro no Planalto

Clima nem de longe lembra o de beligerância entre poderes de setembro passado

Por Gustavo Maia 20 out 2021, 17h36

Nada como a criação de um TRF para unir os poderes em Brasília. A cerimônia da sanção da lei que cria o Tribunal Regional Federal da 6ª Região, em Minas Gerais, reúne neste momento os presidentes dos Três Poderes no Palácio do Planalto: Jair Bolsonaro, Luiz Fux e Rodrigo Pacheco. O clima em nada lembra o da beligerância após os ataques de Bolsonaro nos atos de 7 de setembro, há um mês e meio. Os presidentes do STJ, Humberto Martins, e do STF, Luiz Fux, já discursaram. Outros dois ministros das Cortes, João Otávio de Noronha e Nunes Marques, também estão no evento.

Mineiro e defensor do novo TRF no Congresso, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, está sentado ao lado de Bolsonaro. Além deles, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e os ministros da Justiça, Anderson Torres, e da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, também participam da solenidade.

Só Bolsonaro e seus dois auxiliares estão sem máscara, por sinal. O evento não estava inicialmente previsto na agenda de Bolsonaro, que esteve no Ceará pela manhã, e foi divulgado no meio da tarde.

Publicidade