Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A parceria inusitada entre Eduardo Bolsonaro e David Miranda na Câmara

Filho do presidente e deputado casado com jornalista do The Intercept apresentaram requerimento conjunto, mas também se estranharam no assunto Venezuela

Por Evandro Éboli - Atualizado em 12 jun 2019, 14h36 - Publicado em 12 jun 2019, 13h20

Três dias depois das revelações do The Intercept Brasil que envolvem o mais popular ministro do governo, o filho do presidente e deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) e o deputado David Miranda (PSOL-RJ), casado com o jornalista do site e autor das denúncias, Glenn Greenwald, formaram uma inusitada parceria na Comissão de Relações Exteriores.

Os dois são autores de um requerimento aprovado para discutir a situação da Venezuela. A proximidade de lados tão opostos foi motivo de elogios de todos da comissão, e entre ambos.

“Parabenizo o David Miranda pelo requerimento conjunto, mesmo sermos de espectros diferentes da política” – disse Eduardo.

“Também parabenizo o excelentíssimo deputado Eduardo Bolsonaro pela atitude de dialogar sobre a Venezuela” – retribuiu David.

Continua após a publicidade

Mas, minutos depois, a coisa deu uma degringolada. Eduardo simplesmente acusou Nicolás Maduro de “chefe de cartel de drogas”. E disse que tirou a notícia de sites noticiosos.

David, então, reagiu:

“É irônico o nobre deputado falar de notícias e usar um link noticioso para fazer uma afirmação política, sendo que no último domingo o site The Intercept demonstrou o esquema do atual ministro Sergio Moro tendo conversas com Dallagnol, um procurador da Lava Jato. E ele (Eduardo) usou Twitter para falar que imprensa, no caso ali, se valia daquelas notícias que não eram isso, não eram aquilo. E, agora, ele mesmo se vale de notícias de portais para fazer uma acusação gravíssima contra o presidente de um país”.

No final, se cumprimentaram. Veja o vídeo abaixo.

Continua após a publicidade

 

 

Publicidade