Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A lenta vingança de Lula contra Moro e os procuradores da Lava-Jato

Mensagens roubadas pelos hackers viraram artilharia para a campanha petista de desconstrução da força-tarefa de Curitiba

Por Robson Bonin Atualizado em 26 fev 2021, 16h55 - Publicado em 1 mar 2021, 06h01

Depois de passar anos a fio sofrendo com as revelações da Lava-Jato sobre a roubalheira no seu governo e no de sua sucessora Dilma Rousseff, Lula experimenta agora uma inusitada vingança.

Com ajuda dos hackers que roubaram mensagens de Sergio Moro e dos procuradores da força-tarefa, agora é o petista quem alimenta o noticiário lentamente de mensagens constrangedoras dos investigadores. Ninguém desviou dinheiro da Petrobras nem ganhou reformas de empreiteiros de presente, claro, mas a natureza dos diálogos dos investigadores também produz constrangimentos.

Quem acompanha de perto a operação montada pelo advogado Cristiano Zanin, desde que o STF liberou as mensagens da Vaza-Jato, diz que muito dinheiro e esforço tem sido colocado na análise das mensagens, com perícia exaustiva e longos turnos de garimpo nos arquivos dos hackers.

Publicidade