Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A lenda e o cometa

Do empresário Jorge Paulo Lemann agora há pouco, durante aula magna na FGV/Ebape, no Rio de Janeiro, ao responder a uma pergunta de investidor que perdeu dinheiro com as empresas de Eike Batista: – Eu tenho admiração pelo Eike, que tomou risco e foi criativo. Mas ele errou no fator eficiência e pessoas. Faltou equipe. […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h50 - Publicado em 16 Maio 2014, 17h41
Lemann: a lenda fala do cometa

Lemann: a lenda fala do cometa Eike

Do empresário Jorge Paulo Lemann agora há pouco, durante aula magna na FGV/Ebape, no Rio de Janeiro, ao responder a uma pergunta de investidor que perdeu dinheiro com as empresas de Eike Batista:

– Eu tenho admiração pelo Eike, que tomou risco e foi criativo. Mas ele errou no fator eficiência e pessoas. Faltou equipe. Esse negócio de petróleo está fora do nosso foco. Nós gostamos daquele negócio burrinho, que vende todo dia, nada muito inteligente. E ao entrarmos, procuramos melhorar a gestão dessas empresas.

E, sem perder o sorriso, disse ao investidor que jamais reestruturaria o que restou do império de Eike:

– Não vai dar para dar uma mão a você.

Continua após a publicidade

Com o auditório lotado, o dono da cervejaria ABInbev, Burger King, Heinz e Lojas Americanas (e etc. etc. etc.)  parecia um popstar e esbanjou otimismo com o Brasil, independentemente de quem ganhe as eleições presidenciais:

– Não estamos preocupados se vai piorar ou melhorar no ano que vem. Sempre vou fazer o mesmo dos últimos 50 anos.

Em dado momento, deu uma receita curta e bem humorada:

– Nem sei porque estou aqui dando essa aula, pois não sou professor nem intelectual. A minha teoria não é complicada e se baseia apenas em cinco coisas: 1) risco;2) foco;3) sonhar grande; 4) gente e 5) eficiência.

A palestra começou dez minutos antes do horário. Lemann falou por apenas 25 minutos e recebeu uma enxurrada de perguntas.

Continua após a publicidade
Publicidade