Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A Globo cede

A Globo bateu o martelo: em 2013 anunciará as empresas detentoras dos naming rights dos estádios dos clubes em chamadas na programação, assim como já faz com o Brasileirão Petrobras — a flexibilização é algo inédito na rígida política comercial da emissora. Demorará mais um pouco, porém, para narradores chamarem os estádios pelos nomes das […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h03 - Publicado em 25 ago 2012, 07h44

Naming rights na programação

A Globo bateu o martelo: em 2013 anunciará as empresas detentoras dos naming rights dos estádios dos clubes em chamadas na programação, assim como já faz com o Brasileirão Petrobras — a flexibilização é algo inédito na rígida política comercial da emissora.

Demorará mais um pouco, porém, para narradores chamarem os estádios pelos nomes das empresas – inicialmente, repita-se, só nas chamadas.

Publicidade