Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A falta que Carlinhos Cachoeira faz ao candidato Demóstenes

Ex-senador cassado disputa uma vaga na Câmara

Por Gabriel Mascarenhas 29 ago 2018, 15h42

Está puxada a caminhada de Demóstenes Torres rumo à Câmara. O custo de sua campanha está saindo do orçamento familiar.

Até agora, apenas ele próprio; sua mulher, Flávia; e um outro sujeito fizeram doações ao ex-senador, cassado em 2012 após vir à tona sua relação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Demóstenes contribuiu com 80 000 reais (69.6% dos 115 000 reais arrecadados até agora), Flavia chegou junto com 30 000 reais (26%) e o único sujeito fora da família que apostou no agora postulante a deputado desembolsou 5 000 reais (4,4%).

Numa eleição em que apenas pessoas físicas podem doar, dá para calcular a falta que faz um bicheiro no núcleo de amizades de um político ansioso para voltar ao poder

Continua após a publicidade
Publicidade