Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A crise econômica continua castigando a Saraiva

Rede de livrarias começou a adotar preparativos para fechar novas unidades na crise

Por Robson Bonin - Atualizado em 7 jul 2020, 11h09 - Publicado em 7 jul 2020, 10h35

Depois de fechar sete livrarias em maio, por causa da crise econômica provocada pela pandemia, a Saraiva começou a se movimentar para fechar outras unidades nesta semana, segundo fontes do mercado editorial revelaram ao Radar.

Em maio, a companhia avisou que poderia fechar outras 12 lojas se não conseguisse renegociar contratos para baixar custos.

A lista de possíveis fechamentos era formada por quatro lojas no Rio de Janeiro, uma Londrina (PR), duas em São Paulo, duas no Recife, uma em Porto Alegre, uma em Salvador e uma em Santo André (SP).

ASSINE VEJA

Governo Bolsonaro: Sinais de paz Leia nesta edição: a pacificação do Executivo nas relações com o Congresso e ao Supremo, os diferentes números da Covid-19 nos estados brasileiros e novas revelações sobre o caso Queiroz
Clique e Assine

 

Publicidade