Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A corrida de João Doria pelo 5G em São Paulo

Programa estadual quer "agilizar" implementação da tecnologia; edital do governo federal prevê cobertura em todas as capitais até julho de 2022

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 16 nov 2021, 11h54 - Publicado em 16 nov 2021, 09h30

Pouco mais de uma semana após a realização do leilão do 5G pelo Ministério das Comunicações, o governador de São Paulo João Doria (PSDB) tem se movimentado para entrar na — promissora — corrida pela nova tecnologia.

O estado anuncia, nesta terça-feira, o Conecta SP, programa que tem como objetivo “agilizar” a chegada do 5G aos 645 municípios paulistas.

Mais detalhes deverão ser divulgados durante a coletiva que acontece no início da tarde –estimativa bastante otimista do Palácio dos Bandeirantes é a de que a tecnologia atraia investimentos privados de 266 bilhões de reais em todo o estado.

O leilão do 5G foi o maior certame de radiofrequências da América Latina. Das faixas disponibilizadas, 85% foram arrematadas com ofertas que somaram 47,2 bilhões de reais. Desse valor, diz o governo federal, mais de 39,8 bilhões serão revertidos em investimentos para ampliar a infraestrutura de conectividade no Brasil.

Sobre o prazo de implementação da tecnologia, o edital possui metas fixadas ano a ano. As primeiras vencem em julho de 2022, quando todas as capitais brasileiras devem ter cobertura 5G. Já em 2028, a meta é para cobertura de todas as cidades do país.

Continua após a publicidade

Publicidade