Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

85% menos

O.k., o preço do barril de petróleo despencou, isso não ajuda nada a Petrobras, mas não é só isso o que conta no pífio desempenho da empresa nas bolsas. Num cotejo com as outras grandes do setor, isso fica mais do que evidente. Aos números, tendo como ponto inicial o dia 27 de setembro de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h22 - Publicado em 8 jan 2015, 12h21
Petrobras: em baixa

Petrobras: em baixa

O.k., o preço do barril de petróleo despencou, isso não ajuda nada a Petrobras, mas não é só isso o que conta no pífio desempenho da empresa nas bolsas.

Num cotejo com as outras grandes do setor, isso fica mais do que evidente.

Aos números, tendo como ponto inicial o dia 27 de setembro de 2010, data em que a Petrobras promoveu sua capitalização de 120 bilhões de reais na Bovespa, até hoje :

*ExxonMobil, que vale hoje 384 bilhões de dólares, cresceu 22,7%

*Shell, que vale 208 bilhões de dólares, cresceu 13,7%

*Chevron, cujo valor é de 204 bilhões de dólares, valorizou 27,5%

*Petrobras, que vale míseros 40 bilhões de dólares, perdeu 85,2% do seu valor de mercado.

Continua após a publicidade
Publicidade