Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

40 anos da morte de Vlado

Este domingo marca os 40 anos do assassinato de Vladimir Herzog por agentes da ditadura. O estopim para que ele se apresentasse ao DOI-CODI, de onde não sairia com vida, foi um discurso do então deputado estadual pela Arena, José Maria Marin. Passados 40 anos, a memória de Vlado é celebrada e Marin está preso aguardando […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h14 - Publicado em 25 out 2015, 08h42
Quatro décadas depois, é Marin quem está preso

Quatro décadas depois, é Marin quem está preso

Este domingo marca os 40 anos do assassinato de Vladimir Herzog por agentes da ditadura.

O estopim para que ele se apresentasse ao DOI-CODI, de onde não sairia com vida, foi um discurso do então deputado estadual pela Arena, José Maria Marin.

Passados 40 anos, a memória de Vlado é celebrada e Marin está preso aguardando sua possível extradição para os Estados Unidos devido a corrupção no futebol.

Continua após a publicidade
Publicidade