Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Uma das maiores fazendas do país, Nova Piratininga prevê expansão de 60%

Nos últimos 10 anos, rebanho do empresário Marcelo Limirio Gonçalves cresceu mais de 40%

Por Machado da Costa Atualizado em 10 fev 2021, 17h10 - Publicado em 10 fev 2021, 12h22

Na esteira da expansão do agronegócio no país, a Nova Piratininga, uma das maiores fazendas do Brasil, deve registrar faturamento 60% maior em 2021 na comparação com o ano anterior. Nos últimos 10 anos, seu rebanho bovino cresceu mais de 40% e a propriedade tem um dos maiores programas de inseminação artificial do Brasil. Hoje, 100% do rebanho de mais de 120 mil cabeças das raças Nelore e Angus é identificado por chip.

Boa parte do crescimento da fazenda, que pertence ao empresário Marcelo Limirio Gonçalves (ex-CEO da Neo Química), é creditada à implantação do chamado sistema de ciclo completo (cria, recria e engorda). O modelo é desafiador pela complexidade na implantação, mas os resultados compensam: permite controle mais rígido da produção e foco na qualidade da carne — dois pontos essenciais para o pecuarista brasileiro na agenda global.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade