Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Tesla falhou em fiscalizar os tuítes de Elon Musk

Bilionário teria tuitado sem que os advogados da empresa tivessem prá-aprovado as publicações

Por Josette Goulart 1 jun 2021, 20h50

A Tesla falhou em fiscalizar os tuítes de Elon Musk, segundo informou o jornal The Wall Street Journal com base em documentos obtidos na SEC, a comissão de valores mobiliários americana. A empresa fez um acordo com a SEC, em 2018,  em que se comprometeu a pré-aprovar  todos os tuítes de Musk antes de serem publicados. O acordo, que também envolveu o pagamento de multas, foi feito depois que o bilionário sofreu um processo administrativo por ter tuitado informações de que a empresa seria vendida e fecharia capital, o que afetou os preços. Mas de acordo com o órgão regulador, Musk teria violado duas vezes a política de ter seus tuítes supervisionados  e teria escrito em 2019 e 2020 sobre os volumes de produção do telhado solar da Tesla e o preço das ações. O acordo só vale para os tuítes que falam sobre a Tesla. Não há nada sobre os frequentes tuítes de Musk sobre as criptomoedas, em especial a dogecoin, que disparou depois de tuítes do bilionário. 

Publicidade