Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

TCU define Aroldo Cedraz para relatar processo do Orçamento

Pela primeira vez, o tribunal vai analisar o Orçamento do governo antes da sanção presidencial

Por Josette Goulart 8 abr 2021, 18h23

O Tribunal de Contas da União definiu o ministro Aroldo Cedraz como relator do processo que vai analisar os problemas do Orçamento de 2021 aprovado pelo governo federal. Havia uma dúvida se o caso deveria ficar com o ministro Bruno Dantas, que acompanha as alterações orçamentárias e impactos fiscais decorrentes das medidas de enfrentamento à crise do Covid-19. Mas a área técnica convenceu a presidente do tribunal que as matérias relativas a questões orçamentárias inserem-se na área de atuação do Ministério da Economia, que está na lista de jurisdição do ministro Aroldo Cedraz. Pela primeira vez, o Orçamento será analisado pelo tribunal antes mesmo de ter sido sancionado pelo presidente da República. A análise está sendo feita a pedido do senador Alessandro Vieira. A confusão no Orçamento é tamanha que o governo não terá dinheiro suficiente para pagar despesas obrigatórias, como a Previdência. 

Publicidade