Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Stone: uma das fintechs bilionárias do país vai oficializar o ESG

Depois de quase dez anos de estrada, empresa prepara seu primeiro relatório de sustentabilidade

Por Josette Goulart Atualizado em 23 abr 2021, 18h54 - Publicado em 23 abr 2021, 17h08

Quase dez anos depois de seu nascimento e três anos depois de se lançar na bolsa americana Nasdaq, uma das maiores fintechs do país vai finalmente adotar um relatório oficial de sustentabilidade. A Stone vale 20 bilhões de dólares na Nasdaq e seus investidores começaram a cobrar por mais informações de sua atuação de governança, social e ambiental. A principal agenda da empresa, segundo o presidente Augusto Lins disse ao Radar Econômico,  é a social e a missão de reduzir a desigualdade fomentando o empreendedorismo.

Em meio a uma semana de cobranças dos empresários para que o governo adote uma postura de preservação ambiental, Augusto Lins assinou uma carta do Fórum CEOs Brasil e Estados Unidos, e que foi enviada a ministros do governo Bolsonaro, pedindo compromisso do país para o combate ao desmatamento ilegal. Apesar dessa manifestação pública, a Stone acredita que suas atividades não impactam tanto o meio ambiente, então seu foco será nas outras letras do ESG.

Publicidade