Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Senadores querem derrubar MP da privatização da Eletrobras

Texto só seria aprovado se presidente da Câmara fizer compromisso de manter alterações que tiram jabutis

Por Josette Goulart Atualizado em 11 jun 2021, 11h59 - Publicado em 11 jun 2021, 11h49

Cresce entre os senadores a intenção de derrubar a Medida Provisória da privatização da Eletrobras. Em reunião de líderes na manhã desta sexta-feira, 11, os senadores demonstraram fortemente este sentimento. Alguns não querem a privatização pura e simples, mas outra parte até apoia a capitalização, mas não quer que fiquem os jabutis, como a obrigação da contratação de 6 GW de térmicas a gás nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O governo tem demonstrado publicamente apoio às mudanças feitas na Câmara no seu projeto, que originalmente tratava apenas da capitalização da Eletrobrás.

Alguns senadores dizem que só aprovam a MP se o presidente da Câmara, Arthur Lira, se comprometer a manter o texto que for aprovado no Senado. A conversa entre os líderes hoje, segundo apurou o Radar Econômico, é a de votar rapidamente a MP assim que o relator apresentar seu relatório, o que deve acontecer na semana que vem. A MP caduca no dia 22. Alguns senadores já se manifestaram publicamente contra a MP como a senadora Simone Tebet (MDB-MS) que disse em suas redes sociais que a MP  que chegou da Câmara vai encarecer custos da indústria, elevar preços e impactar na inflação. A senadora Katia Abreu (PP-TO) já protocolou um despacho para votar os jabutis em separado.

Publicidade