Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Ricardo Magro, da Refit, vai ser minerador de bitcoins no Texas

Empresário dono da refinaria Refit, ex-Manguinhos, diz que vai entrar com a expertise do setor de energia no negócio

Por Josette Goulart 2 ago 2021, 14h08

O empresário Ricardo Magro, que é dono a refinaria Refit, ex-Manguinhos, vai investir em mineração de bitcoins, no Texas, Estados Unidos. Como não entende de criptomoedas, o empresário diz que se aliou à empresa Bit5ive, de Bruna Maccari, umas das idealizadoras do projeto e expert na moeda eletrônica . Já Magro entra com a expertise no setor de energia. A mineração de bitcoins requer muita energia elétrica, usada para manter ligada uma “plantação” de computadores altamente consumidores de energia e que ficam 24 horas por dia tentando quebrar os códigos para então minerar a moeda.

Por causa da energia elétrica, dois movimentos recentes mudaram o mercado de bitcoins. A China restringiu a atividade para reduzir o uso de energia suja a base de carvão, levando muitos mineradores para outros lugares do mundo, principalmente Estados Unidos. Pelo mesmo motivo, o bilionário Elon Musk suspendeu a venda de carros da Tesla com bitcoins até que o mercado encontre fontes de energia mais limpas para minerar a moeda.

A proposta de Magro é usar o gás seco oriundo do processamento de petróleo da região, que gera energia mais barata. No Texas, Magro tem uma parceria operacional com a J Global no mercado de refino. 

O bitcoin que chegou a bater próximo ao recorde histórico de 65 mil dólares, neste ano, agora gira em torno de 40 mil dólares.

Continua após a publicidade
Publicidade