Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Recuperação judicial de Viracopos chega ao fim

Decisão judicial abre caminho para que o aeroporto seja relicitado

Por Machado da Costa, Josette Goulart 11 dez 2020, 10h12

A concessionária do aeroporto de Viracopos, que estava em recuperação judicial, informou na manhã desta sexta-feira, 11, que a Justiça determinou o fim deste processo. Segundo comunicado, “o encerramento da Recuperação Judicial representa o atendimento da condição de eficácia do Termo Aditivo ao Contrato de Concessão celebrado entre a Concessionária e a ANAC em 15 de outubro de 2020, sendo mais um importante passo para prosseguimento da relicitação do Aeroporto Internacional de Viracopos”. Ou seja, está liberada a venda da concessão. “Além disso, é importante passo que conduzirá à materialização do direito à indenização bem como dos pleitos de reequilíbrio através das arbitragens”, informou a concessionária. A maior acionista da concessionária do aeroporto de Viracopos é a empresa de logística Triunfo Participações.

Em setembro, VEJA mostrou que a relicitação de Viracopos tem um grande desafio: renegociar a operação num período pós-pandemia e ainda assim garantir o pagamento de todas as contas. Os donos de Viracopos, segundo fontes próximas, nutrem um desejo de até eventualmente continuarem no negócio, em condições contratuais mais vantajosas, caso não surja comprador para o empreendimento. Pela lei de relicitação, os atuais donos não podem participar da disputa. Mas, se não aparecerem outros compradores, a história pode ser outra.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

 

Continua após a publicidade
Publicidade