Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Quanto custará a vacina de Oxford para a população

Imunizante que é a prioridade do governo brasileiro tem produção mais barata do que concorrentes

Por Machado da Costa Atualizado em 24 nov 2020, 17h51 - Publicado em 24 nov 2020, 17h50

Uma das vantagens alardeadas pelo consórcio responsável pelo desenvolvimento da vacina de Oxford contra a Covid-19 é seu baixo custo. Diferentemente de outros imunizantes em fase avançada, tanto a produção, quanto a logística da vacina de Oxford é mais barata. Segundo uma fonte com conhecimento do assunto relatou ao Radar Econômico, o custo final de cada dose deve ficar entre 4 e 5 dólares. No câmbio atual, isso significa uma faixa de preço entre 21,5 reais e 27 reais.

Para efeito de comparação, a Moderna, outro laboratório que está com estudos avançados, anunciou que sua vacina custará entre 32 e 37 dólares (entre 172 e 199 reais). A diferença está na tecnologia usada. Enquanto Moderna e Pfizer utilizar a técnica de mRNA (uma modificação genética do RNA), Oxford utiliza uma plataforma chamada ChAdOx1, que utiliza um outro vírus, o adenovírus, para estimular a criação de anticorpos contra o novo coronavírus. Além disso, não é necessário ser transportado a -75º C, como os concorrentes. Uma geladeira já é suficiente para manter a vacina eficaz.

A princípio, a vacina será distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Mas é sempre bom lembrar que isso não significa que será de graça. Ela será paga por meio de impostos.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade