Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Por que a Qualcomm desistiu de produzir chips em São Paulo

Companhia suspendeu a construção de uma fábrica no interior do estado

Por Machado da Costa - 25 set 2020, 12h48

A fabricante americana de chips Qualcomm está suspendendo a construção de uma fábrica na cidade de Jaguariúna, no interior de São Paulo. A planta estava sendo criada para a fabricação de chipsets para aparelhos celulares 4G. A empresa cita questões tributárias e o avanço da tecnologia 5G como motivos para a mudança de planos. Não há previsão de que o projeto será retomado.

Veja a nota da Qualcomm enviada ao Radar Econômico:

O QSiP, ou Snapdragon SiP, foi um projeto desenvolvido para permitir um time-to-market mais rápido e com menores custos de desenvolvimento para as OEMs (fabricantes de smartphone e outros equipamentos de comunicação) que lançam produtos no Brasil. Os primeiros dispositivos usando a tecnologia SiP foram lançados com sucesso pela Asus em 2019. Mudanças inesperadas na estrutura tributária de produtos baseados em SiP, bem como dificuldades causadas pela pandemia covid-19, causaram atrasos o projeto. Com a evolução rápida da tecnologia 5G, as oportunidades para o SiP baseado em 4G tornaram-se mais limitadas. Por esse motivo, a Qualcomm decidiu cancelar o projeto SiP. Não há planos de retomada do projeto no Brasil.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade