Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Pfizer estará no palco da CPI da Covid na próxima semana

Serão convocados o atual presidente da empresa no Brasil e o executivo que tratou das negociações com governo, além do ex-Secom, Fabio Wajngarten

Por Josette Goulart Atualizado em 5 Maio 2021, 16h42 - Publicado em 5 Maio 2021, 16h31

A CPI da Covid no Senado aprovou a convocação da atual presidente da Pfizer no Brasil, Marta Díez, e o seu antecessor no cargo, Carlos Murillo. Além disso, também será ouvido o ex-secretário de Comunicações do governo Bolsonaro, Fabio Wajngarten. Wajngarten disse em entrevista à Veja que negociou pessoalmente a compra da vacina da Pfizer e que o Ministério da Saúde dificultou o processo. Carlos Murillo era presidente da Pfizer no Brasil na época e chegou a dizer, também em entrevista à Veja, em outubro do ano passado, que o governo federal estava ignorando uma proposta de compra da vacina. Murillo é hoje presidente da Pfizer para a América Latina e sua presença foi requerida pelo senador Randolfe Rodrigues. A empresa tinha proposta de vender 70 milhões de doses para início da entrega em dezembro. O presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer publicamente que não aceitou a proposta porque continham cláusulas leoninas. O governo, neste ano, fechou contrato para a compra de 100 milhões de doses e já negocia a compra de mais 10 milhões de doses. 

Publicidade