Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Participantes da Funcef criticam investimento no aeroporto de Guarulhos

Apesar de ganhar com Vale, fundo de pensão da Caixa tem prejuízo com Invepar, dona de Cumbica, e Norte Energia, dona de Belo Monte

Por Josette Goulart 12 abr 2021, 16h52

O resultado do fundo de pensão dos funcionários da Caixa (Funcef) foi positivo, em 2020, mas o superávit foi puxado pela valorização da Vale. Por isso, os economiários do Paraná não pouparam críticas à administração do fundo, especialmente por dois investimentos que deram prejuízos contábeis à fundação: Invepar, dona do aeroporto de Guarulhos, e Norte Energia, dona da usina hidrelétrica de Belo Monte. Apesar de já ter divulgado seus resultados, a empresa ainda não publicou ao público em geral o balanço detalhado. Pelo que diz nota publicada pela Federação dos Bancários do Paraná, o valor contabilizado em Invepar está em 700 milhões de reais, apesar de o investimento inicial na empresa ter sido de cerca de 1,3 bilhão de reais e ainda ter aportado mais recursos na empresa.

A Funcef não gostou das críticas e em nota respondeu com afronta: “Nos surpreende termos a necessidade de chamar a atenção de quem quer que seja sobre os efeitos da pandemia da Covid-19 sobre a economia em geral e sobre os setores de mobilidade urbana e mesmo de transporte de longa distância”. A Invepar teve um prejuízo, em 2020, de 1,3 bilhão de reais. Os números refletem em especial a crise em Cumbica, que viu o número de passageiros cair de 43 milhões em 2019 para 20 milhões, no ano passado. Mas de qualquer forma, não é só a crise da Covid que tem afetado o investimento da Funcef na Invepar. Em 2019, o resultado da empresa tinha sido ainda pior, com prejuízo de 1,5 bilhão de reais e o balanço da Funcef já registrava prejuízo contábil. 

Publicidade