Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Os inexplicados pedidos de demissão no Cade

Bancas de advocacia estão ressabiadas em relação ao motivo das saídas

Por Machado da Costa 28 jan 2021, 08h49

Duas servidoras muito conhecidas e respeitadas no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pediram demissão nesta quarta-feira, 27. Cristiane Landerdahl de Albuquerque e Ulliana Cervigni Martinelli eram coordenadora-geral e coordenadora, respectivamente, de análise antitruste. Ou seja, trabalhavam no coração do órgão federal. Os pedidos conjuntos de exoneração chamaram a atenção das bancas de advocacia especializadas no Cade, principalmente porque não vieram de uma explicação, nem mesmo do protocolar “por motivos pessoais”.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade