Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Oi ouve do governo que terá apoio no Cade para vender as redes móveis

Ministério das Comunicações deseja manter empresa viva devido à rede de fibra ótica — a maior do país

Por Machado da Costa - Atualizado em 24 set 2020, 11h09 - Publicado em 24 set 2020, 11h00

Uma das maiores preocupações do Ministério das Comunicações é impedir uma quebra da Oi. Por isso, estão ajudando a empresa no que podem. A Advocacia-Geral da União, por exemplo, está intermediando conversas para cortar pela metade a dívida que a tele possui com a Anatel.

Contudo, o plano só funcionará se o Cade não atrapalhar a venda do segmento de redes móveis, a Oi Móvel, para os principais players de mercado: Vivo, Claro e Tim. Teme-se que o órgão barre pelo risco de matarem a concorrência. Executivos da Oi ouviram do ministro Fábio Faria que receberão ajuda para convencer os diretores do Cade para não impedir a compra.

O governo não quer a quebra da Oi devido à infraestrutura de fibra ótica. Nenhuma outra companhia possui rede tão capilarizada.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade