Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

O insucesso da missão militar na Amazônia retratado no Financial Times

Jornal econômico mais influente do mundo diz que números mostram que, mesmo com ação militar, desmatamento na região atingiu nível mais elevado em 12 anos

Por Josette Goulart 11 Maio 2021, 08h01

A imagem do Brasil está mais uma vez arranhada em função do desmatamento na Amazônia. Desta vez nas páginas do mais influente jornal de economia do mundo, o Financial Times, que publicou nesta terça-feira, 11, uma reportagem dizendo que a as Forças Armadas brasileiras não conseguiram combater o desmatamento, apesar de terem aplicado multas e apreendido 500 mil metros cúbicos de madeira contrabandeada. “O desmatamento atingiu no ano passado seu nível mais alto em 12 anos na região, com madeireiros ilegais, garimpeiros e grileiros derrubando mais de 11 mil quilômetros quadrados de floresta – uma área sete vezes o tamanho de Londres”, diz a reportagem.

O jornal ainda reforçou que o país tem o Ibama e o ICMBio, especializados no assunto de fiscalização da Amazônia, mas que tiveram seus orçamentos comprimidos, ficando a fiscalização a cargo dos militares, que não têm experiência neste tipo de ação. A questão do desmatamento na Amazônia está levando fundos a deixarem de investir no país, ameaça o acordo Mercosul e União Europeia e ainda enquadra o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula do Clima, que prometeu que ampliaria a fiscalização.

Publicidade