Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Não recebi cartão vermelho do presidente, diz Guedes

"Os termos dele são sempre muito intensos", afirma o ministro após reclamação pública de Bolsonaro

Por Machado da Costa - Atualizado em 15 set 2020, 12h44 - Publicado em 15 set 2020, 12h37

Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes garante que não recebeu cartão vermelho. Na manhã desta terça-feira, 15, Bolsonaro desautorizou o andamento dos estudos para criar o Renda Brasil, pois interpretou-se que parte dos recursos viria do congelamento da aposentadoria. “Quem, por ventura, vier a propor para mim uma medida como essa só posso dar um cartão vermelho para essa pessoa. É gente que não tem um mínimo de coração, um mínimo de entendimento de como vivem os aposentados do Brasil”, afirmou.

“Ele levantou o cartão vermelho, que não foi pra mim”, afirmou Guedes. “Os termos dele são sempre muito intensos.”

Segundo o ministro, houve uma má interpretação da PEC do Pacto Federativo que está sendo construída em parceria com o senador Marcio Bittar (MDB-AC). “Quando esses estudos são formulados, a princípio não tem problema irem para a mídia, mas não pode ligar uma coisa a outra, como desindexar todos os gastos a pegar aposentadoria”. Guedes, contudo, não afirmou para quem foi o cartão vermelho.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

 

Continua após a publicidade
Publicidade