Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Na briga com J&F, Paper Excellence polemiza com novo árbitro

Antigo árbitro renunciou ao caso depois de J&F acusá-lo de não ter sido imparcial

Por Josette Goulart Atualizado em 20 set 2021, 16h28 - Publicado em 20 set 2021, 12h47

A Paper Excellence indicou um novo árbitro para o processo com a J&F Investimentos, de Joesley Batista, em que brigam pela Eldorado Celulose. Trata-se de Paulo Mota Pinto, da Universidade de Coimbra e que é presidente do conselho nacional do PSD, partido político em Portugal. O que chama a atenção na indicação é o fato de o novo indicado ter ligações com o antigo árbitro, o advogado Anderson Schreiber. Paulo Mota Pinto foi da banca examinadora que aprovou Schreiber para ser professor titular de Direito Civil da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Outro ponto é o fato de Paulo Mota Pinto ser político. Neste conturbado processo, a indicação vira um prato cheio para a J&F, que tenta anular a decisão arbitral acusando Schreiber de ter sido parcial porque escondeu ligação que tinha com os advogados da Paper Excellence. 

+Nova polêmica na briga bilionária entre J&F e indonésios: árbitro renuncia

 

Publicidade