Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Ministro da Defesa ameaça eleições e Centrão adentra o Planalto

VEJA Mercado: noticiário político esquenta no Brasil; no exterior, mercados seguem se recuperando do baque de segunda-feira

Por Josette Goulart Atualizado em 22 jul 2021, 10h00 - Publicado em 22 jul 2021, 08h43

VEJA Mercado Abertura, 22 de julho.

A questão política ganhou novamente força com as notícias recentes. O Estadão publicou reportagem que conta como o Ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, enviou emissários para dizer ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), que se o voto impresso não fosse aprovado, as eleições de 2022 não aconteceriam. A investida teria sido feita naquele mesmo período em que o presidente Jair Bolsonaro disse o mesmo a seus apoiadores e gerou reações públicas do Congresso e até uma reação particular de Lira que disse a Bolsonaro que não apoiaria golpe. Arthur Lira tem dito que é mentira que isso tenha acontecido, mas não soltou nenhuma nota oficial até o momento.

Passadas algumas semanas, Bolsonaro chama o senador Ciro Nogueira para a Casa Civil. Ciro é presidente do PP, o mesmo partido de Lira. A versão oficial é de que, com a nomeação, o governo possa aprovar mais facilmente seus pleitos no Senado, em especial as reformas. Enquanto Lira garante votações na Câmara, o Senado tem dificultado aprovações. Além disso, o governo vai recriar o Ministério do Trabalho, fatiando assim o superministério de Paulo Guedes

+ A articulação de Guedes para elevar o líder do Centrão à Casa Civil

No mercado internacional, as bolsas continuam se recuperando do baque de segunda-feira com os temores da variante Delta.

Nos fatos relevantes, a Eletrobras comunicou uma Confissão de Dívidas com a Amazonas Energia de 808 milhões de reais. A BR Properties anunciou um termo de acordo de aquisição com o Fundo de Investimento Imobiliário VBI Logístico de uma área de mais de 30 mil metros quadrados na Avenida Anhanguera para a construção de dois galpões logísticos. Além disso, a Magazine Luiza deve precificar hoje seu follow-on.

Continua após a publicidade
Publicidade