Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Ministério da Economia amanhece em meio a turbilhão

Declarações de Guedes e suspeita de fraude em negociação de ações da Petrobras azedam a manhã na pasta

Por Machado da Costa Atualizado em 12 mar 2021, 00h01 - Publicado em 2 mar 2021, 09h02

A manhã desta terça-feira, 2, não está sendo fácil para os servidores que trabalham no Ministério da Economia. As declarações do ministro Paulo Guedes a um podcast — “em seis meses o Brasil pode virar uma Argentina” disse a Thiago Nigro, do Primocast — e uma matéria do jornal O Globo, indicando que há a possibilidade de alguém ligado ao governo ter praticado insider trading com ações da Petrobras, jogaram a pasta dentro de um turbilhão.

Soma-se a isso a publicação do decreto que aumenta impostos federais sobre os bancos para custear a redução da PIS e da Cofins sobre o diesel — medida tomada para acalmar os caminhoneiros — e também o crescente ceticismo em relação às contrapartidas fiscais presente na PEC Emergencial, que recriará o Auxílio Emergencial.

+Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade