Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Mercado se anima com renascimento de Ilan Goldfajn

Provocados pela ala política, donos do dinheiro se animaram com retomada de posicionamentos públicos por parte do ex-presidente do BC

Por Victor Irajá Atualizado em 1 nov 2021, 18h37 - Publicado em 1 nov 2021, 14h08

E segue a sina da ala política do governo de Jair Bolsonaro em torno da busca por um substituto para o ministro da Economia, Paulo Guedes. Depois de sinalizações de que o atual economista-chefe do BTG, Mansueto Almeida, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, não aceitariam substituir Guedes, membros do núcleo duro do Palácio do Planalto começaram a jogar outro nome na roda. Trata-se de Ilan Goldfajn, ex-presidente do Banco Central no governo de Michel Temer.

Provocados pelos burburinhos, entes do mercado se animaram com o “renascimento” de Ilan, que voltou a aparecer publicamente. Depois de falar a VEJA, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o ex-presidente do Banco Central exortou preocupação com os movimentos para driblar o teto de gastos e criticou a paralisia em torno do andamento da agenda de reformas. Em setembro, Guedes indicou Ilan para uma diretoria no Fundo Monetário Internacional. 

Publicidade