Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Lira recua e agora fala em reforma neutra do imposto de renda

Texto não vai entrar na pauta nesta semana

Por Josette Goulart Atualizado em 24 ago 2021, 11h45 - Publicado em 24 ago 2021, 11h32

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira,  disse que vai segurar mais uma semana para votação da reforma do imposto de renda, como uma estratégia para trabalhar melhor o assunto com líderes da casa. Ele diz ainda que está em estudo a possibilidade de aumentar a faixa de isenção e também uma maneira de simplificar, fazer uma reforma neutra. “Para quem não pagava imposto e passará a pagar”. 

Em evento na XP, Lira disse que muitos interesses estão por trás da pressão de estados e municípios para derrubar a reforma. Ele diz que não dá para dizer que não tem hoje incentivo à pejotição e nem que é justo que advogados e médicos que faturam 400 mil reais por mês, e recebem via pagamento de dividendos, paguem menos imposto de renda que o assalariado que paga 27%. Um dos  principais pontos da reforma é a introdução de uma alíquota de 20% de imposto de renda sobre distribuição de dividendos, hoje muito usado por profissionais liberais que em vez de serem CLT recebem como sócios de empresas. 

Publicidade