Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Lira já sinaliza que PEC dos Precatórios pode ser votada só semana que vem

Oposição trava votação para a proposta que abre Orçamento para emendas parlamentares e Auxílio Brasil

Por Josette Goulart 28 out 2021, 08h36

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, disse em entrevista a jornalistas já na madrugada desta quinta-feira, 28, que a PEC dos Precatórios pode ser votada somente na próxima semana já que ainda não tinha chegado a um acordo com os oposicionistas. A Oposição insiste em tirar os precatórios da PEC e votar apenas a mudança na forma de cálculo do teto de gastos, que abriria Orçamento para o Auxílio Brasil de 400 reais. Mas o governo avalia que só a mudança do cálculo não seria suficiente e faltaria dinheiro não só para chegar aos 400 reais como para estender o benefício a caminhoneiros. Sem contar que o centrão ficaria sem o fundão eleitoral majorado e sem os 16 bilhões de reais das emendas parlamentares.

A chance de votar ainda nesta quinta-feira parece remota até pelo quórum de deputados. Ontem a casa tinha 450 deputados presentes, já que agora acabou a possibilidade de se votar remotamente. Esse número não vai aumentar em plena quinta-feira, véspera de feriadão. Ou seja, sem acordo claro com a Oposição, não existe chance de o governo conseguir os 308 votos necessários para aprovar a PEC.

Publicidade