Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Guedes e Maia falam a mesma língua sobre projeto para regulamentar o teto

Ministro vem repetindo a auxiliares a necessidade de se votar projeto de lei ainda este ano

Por Victor Irajá 18 nov 2020, 16h56

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) parecem estar se entendendo sobre as prioridades para a economia do país e a viabilidade para o andamento dos projetos. Como mostrou o Radar Econômico, Maia articula, junto das lideranças da Casa, a votação da regulamentação do teto de gastos por meio do Projeto de Lei Complementar nº 101, de 2020, que cria mecanismos para uma nova renegociação das dívidas de estados com a União e que os entes federativos com classificação de risco elevada possam realizar novas operações de crédito.

Guedes vem repetindo a auxiliares que a aprovação do projeto é fundamental para garantir o respiro das contas públicas, assoladas pela Covid-19. Apesar da vocação para dar vazão ao projeto ainda este ano, a alternativa não era a primeira opção de Guedes. A empreitada de negociações em torno do projeto envolve a nula possibilidade de se aprovar a PEC do Pacto Federativo, que cria gatilhos para que o governo reduza gastos, neste ano.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade