Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Golpes digitais: só 12% dos brasileiros não compartilham senhas e pins

Apesar de saber de golpes, pessoas ainda compartilham dados com desconhecidos, mostra pesquisa

Por Josette Goulart Atualizado em 26 out 2021, 15h31 - Publicado em 26 out 2021, 13h11

Uma pesquisa feita em conjunto pela OLX, Mercado Livre e iCarros mostra um dado assustador para a segurança cibernética das pessoas: só 12% responderam que não compartilham senhas ou pins para ter mais segurança nas transações online. Mais de 20% das pessoas passam nome completo e endereço de e-mail para desconhecidos e mais de 40% passam seus números de telefones. Pesquisa anterior da OLX já mostrava que o golpe do falso pagamento representou 40% das fraudes digitais no país no primeiro semestre deste ano. Com tanta gente compartilhando seus dados por aí, não é a toa que o Brasil é o segundo país com mais golpes digitais no mundo, só perdendo para o México. A pesquisa faz parte de um esforço das três empresas para educar os usuários sobre segurança em compra e venda de produtos. 

Publicidade