Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

FMI melhora previsão de PIB para o Brasil, mas cenário ainda é nebuloso

Fundo Monetário Internacional prevê uma queda do PIB de 4,5%, em 2020, e uma alta de 3,6%, em 2021

Por Machado da Costa Atualizado em 3 mar 2021, 15h18 - Publicado em 26 jan 2021, 11h30

O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou as projeções para o PIB do Brasil. Segundo o novo relatório de projeções globais, divulgado nesta terça-feira, 26, o FMI prevê uma queda de 4,5% do PIB em 2020. Em outubro, último relatório com previsões sobre o país, o fundo projetava um tombo de 5,5%. O FMI elevou também a perspectiva de crescimento de 2021. Antes, previa uma alta do PIB de 2,8% e agora estima um crescimento de 3,6%.

Por outro lado, o FMI não está nada otimista com as condições fiscais do país e teme problemas relacionados a estabilidade financeira. Ou seja: o PIB não vai tão mal quanto se imaginava, mas estão todos ressabiados quanto a sustentabilidade das contas nacionais.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade