Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Fed dá sinal verde. Gringo vai vir para o Brasil?

VEJA Mercado: investidor estrangeiro vai buscar melhor rentabilidade em outros países após Fed sinalizar que juros não vão subir até 2023

Por Diego Gimenes Atualizado em 27 ago 2021, 18h41 - Publicado em 27 ago 2021, 19h40

O discurso de Jerome Powell, presidente do Fed, o banco central americano, agradou o mercado nesta sexta-feira, 27. A sinalização de que os estímulos na economia norte-americana serão reduzidos, mas de que a inflação é transitória e os juros não vão subir antes de 2023, foi encarada pelos analistas como um sinal verde para os investidores buscarem melhores rendimentos em outros países. Em 2021, o saldo de entrada de capital estrangeiro na bolsa é positivo em 46,4 bilhões de reais. Se considerar follow on e IPO, o numero se aproxima de 75 bilhões de reais, um recorde absoluto desde 2016.  Somente em agosto, entraram 6,74 bilhões de reais na B3. A expectativa é de que esses volumes possam aumentar na medida em que os investidores busquem melhores rendimentos do que os juros americanos.

Mas quais papéis são os preferidos dos gringos? Para Eduardo Perez, analista do Nu Invest, as commodities e o setor bancário serão os mais beneficiados. “Uma alternativa é a renda fixa, pelos juros do Brasil serem maiores que os dos EUA. Na renda variável, a bolsa brasileira é focada nas commodities e no setor financeiro, papéis estes que o investidor estrangeiro gosta e tem mais retorno, seja por ação ou por pagamento de dividendos”, afirma.

Publicidade