Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Família Batista perde maior arbitragem do Brasil, R$ 15 bi, para indonésio

J&F terá de entregar a Eldorado Celulose para a Paper Excellence, de Jackson Widjaja

Por Machado da Costa Atualizado em 3 fev 2021, 13h34 - Publicado em 3 fev 2021, 12h59

A J&F Investimentos, holding controlada pela família de Joesley e Wesley Batista, e que concentra entre outras empresas a JBS, perdeu o processo de arbitragem contra o grupo indonésio Paper Excellence. A J&F tentava manter em seus ativos a Eldorado Celulose. O processo aconteceu porque a Paper, de propriedade de Jackson Widjaja, acusou a J&F de ter desistido da venda e dificultado a liberação à tempo das garantias de dívidas do grupo brasileiro com bancos como o BNDES. Assim, entrou em litígio contra o grupo brasileiro para fazer o contrato de compra e venda, firmado em 2017, por 15 bilhões de reais.

Segundo fontes relataram ao Radar Econômico, os três árbitros da Câmara de Comércio Internacional (ICC) votaram a favor da Paper. Contudo, exigiram que o grupo faça o depósito para que se libere o mais rápido possível as garantias para que a J&F se livre das dívidas contraídas para colocar de pé a Eldorado. Após essa etapa, a Paper, que hoje detém 49% das ações da Eldorado, controlará 100% dos ativos da companhia e não terá mais relação com a J&F. Em contrapartida, o grupo dos irmãos Batista receberá o restante do dinheiro devido pelo grupo indonésio.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade