Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Executivos saídos da XP buscam startups para investir R$ 100 milhões

Até 20 empresas serão selecionadas pela beegin, plataforma de investimentos do Grupo Solum

Por Machado da Costa 15 jan 2021, 11h56

Dois executivos que saíram da XP e fundaram o Grupo Solum estão buscando startups para acelerar o ritmo de investimentos da beegin, uma das plataformas do grupo. Rodrigo Fiszman e Patricia Stille pretendem injetar 100 milhões de reais em até 20 empresas neste ano.

Segundo Patrícia, CEO da beegin, o plano é olhar para negócios em expansão, que fazem parte da economia real, inclusive as que estão fora do eixo Rio-São Paulo. “O objetivo da plataforma não é oferecer emissões em startups em estágios mais iniciais, sim negócios um pouco mais maduros, com faturamento acima de 3 milhões de reais. De uma forma simples, a beegin pode ser entendida como uma plataforma para ganhar escala”, afirma. “O interessante de atuar nesse segmento é que investir em participações de empresas privadas é diferente de alocar em mais um instrumento financeiro, que nem todo mundo sabe como funciona. Nessa modalidade, as pessoas investem em um negócio que entendem e se identificam. Lembrando que uma análise cuidadosa do modelo, histórico de resultados, analisando o posicionamento, propósito e potencial de crescimento da empresa é fundamental”, acrescenta.

A executiva, que foi sócia da XP Investimentos entre 2011 e 2016, lembra que para participar desse mercado é preciso ter visão de longo prazo, entender os riscos, e saber que não faz sentido alocar parte relevante do seu patrimônio em posições que o investidor não vai poder vender facilmente. “Mas se boas escolhas forem feitas, investimentos assim podem ser bastante compensadores no futuro”, finaliza.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade

Publicidade