Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Doria refuta inserir novas categorias em grupos prioritários de vacinação

Governador afirma que grupos de interesse articulam-se para antecipar cronograma, mas que único critério seguido será o de idade

Por Victor Irajá 7 jul 2021, 17h24

Às vésperas de uma nova antecipação do calendário de imunização, o estado de São Paulo não deve incluir novos setores produtivos no cronograma de vacinação. A equipe do governador João Doria afirma, em conversas reservadas, que novas categorias não devem ser contempladas como prioritárias até setembro, quando estima-se o encerramento das aplicações de primeira dose de vacina contra a Covid-19 no estado. O governador justifica que, devido às demandas e pressões de grupos e setores específicos, a equipe preferiu manter, apenas, o critério de idade.

Até o encerramento das aplicações de primeira dose de vacina contra a Covid-19 no estado, ninguém vai furar fila. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira 7, Doria afirmou que o cronograma de vacinação em São Paulo será antecipado novamente, mas não anunciou as novas datas. De acordo com as datas em vigor, toda a população do estado que pode ser vacinada terá tomado pelo menos a primeira dose até o dia 15 de setembro — o que deve ser adiantado nas próximas semanas, graças à chegada de novas doses.

Publicidade