Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Discussão de voto impresso é fora de propósito, diz Alfredo Setubal

Presidente da holding que controla o Itaú Unibanco diz que, depois da votação de hoje do voto impresso, país poderá voltar a falar de pautas relevantes

Por Josette Goulart 10 ago 2021, 13h41

O presidente da Itaúsa, Alfredo Setubal, está convicto de que o resultado da votação da proposta do voto impresso prevista para acontecer nesta terça-feira no Plenário da Câmara dos Deputados deve refletir o resultado da comissão que já havia derrubado o projeto.  “Aí vamos voltar a uma temática que é muito mais relevante para o Brasil do que ficar discutindo, sem muito embasamento, a urna eletrônica e o voto impresso”.

Na semana passada, um grupo relevante de empresários, incluindo Roberto Setubal e João Moreira Salles como representantes do Itáu Unibanco, assinaram um manifesto em apoio à Justiça eleitoral e contra as repetidas ameaças contra as eleições. Questionado pelo Radar Econômico sobre o assunto, ao falar sobre resultados da Itaúsa, que é a holding que controla Itaú Unibanco, Alpargatas, Dexco, Alfredo Setubal disse que a manifestação mostrou o fortalecimento da sociedade civil que está “mais atuante para evitar qualquer rompimento e descumprimento da Constituição”. 

Publicidade