Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Depois da Tesla, banco mais antigo dos EUA passa a trabalhar com Bitcoin

Investidores começam a especular quais outras grandes empresas devem entrar na onda e torcem para uma em especial

Por Machado da Costa 11 fev 2021, 10h19

O BNY Mellon anunciou que vai começar a custodiar os criptoativos, especialmente bitcoins, de seus clientes. O BNY Mellon é o banco mais antigo dos Estados Unidos e investidores veem no movimento o início de algo que não terá mais volta. O anúncio acontece na mesma semana em que a Tesla afirmou ter investido 1,5 bilhão de dólares e que irá aceitar criptomoedas como pagamento por seus produtos. Agora os investidores começam a especular quando outras grandes empresas entrarão na onda. O fiel da balança, já dizem alguns, será a Apple.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade