Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

CPI, rachadinha e auxílio emergencial

VEJA Mercado: Paulo Guedes diz que em três meses pandemia estará controlada e anuncia prorrogação do auxílio por este período

Por Josette Goulart Atualizado em 6 jul 2021, 11h38 - Publicado em 6 jul 2021, 08h41

VEJA Mercado Abertura, 06 de julho.

Sem indicadores econômicos na pauta do dia, o mercado vai seguir pautado pelo impasse da Opep e o efeito sobre o petróleo internacional, que pode trazer consigo um rastro de inflação. Além disso, o noticiário político segue quente com CPI, denúncias de rachadinha que chegam ao presidente Jair Bolsonaro. O dólar tem reagido ao noticiário político e chegou ontem a 5,08 reais depois de ter ficado abaixo de 5 reais. Em meio ao calor da discussão, o presidente anunciou ontem a prorrogação do auxílio emergencial por três meses. Este é o período estimado para o controle da pandemia com a vacinação, segundo o ministro Paulo Guedes.

LEIA TAMBÉM: Por que Aras não deve apurar suposta atuação de Bolsonaro em rachadinha

Nos fatos relevantes, a Petrobras anunciou a venda de sua participação em um conjunto de sete concessões terrestres e de águas rasas denominada Polo Alagoas para a Petromais. O negócio foi de 300 milhões de dólares. A Ser Educacional anunciou o cancelamento da compra de duas escolas da Ânima. A Privalia anunciou que fechou parceria com o BTG, que vai ter exclusividade para oferecer serviços financeiros aos clientes da varejista e em troca vai garantir 5% do IPO da empresa.

Continua após a publicidade
Publicidade