Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Consumo de energia elétrica cai, mas pode ser só o frio de outubro

CCEE registra consumo quase 8% menor do que no ano passado, mas evita atrelar queda a incentivos do governo

Por Josette Goulart 21 out 2021, 12h07

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgou uma prévia do consumo no Brasil nos primeiros 15 dias de outubro e constatou uma queda de quase 8% no consumo de energia elétrica comparado ao ano passado. Mas a CCEE ainda acha cedo atribuir a queda aos incentivos dados pelo governo para redução do consumo em função da crise hídrica e risco de racionamento de energia. O boletim analítico da CCEE apresenta duas justificativas: a influência de temperaturas mais baixas do que as registradas no ano passado e a um “provável impacto da ausência de dados de medição”, já que como é uma prévia da primeira quinzena a Câmara não recebeu ainda todos os dados. Ou seja, o principal motivo da queda do consumo, a princípio, parece que foi mesmo o frio fora de época de outubro e assim as pessoas ligaram menos o ar-condicionado.

Publicidade