Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Concorrentes seguem tentando barrar a fusão da Localiza com a Unidas

Ouro Verde diz que Cade não observou sua própria jurisprudência no caso

Por Josette Goulart Atualizado em 21 set 2021, 14h30 - Publicado em 21 set 2021, 16h15

A locadora de automóveis Ouro Verde diz que a proposta da Secretária Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para aprovar a fusão da Localiza e da Unidas não é suficiente para proteger a concorrência. Em acordo com as empresas, a secretaria propôs a venda de parte do negócio. “O remédio apontado é, em particular, tecnicamente falho, contraditório e assaz insuficiente”, diz nota técnica enviada pela Ouro Verde ao órgão. A empresa cita o parecer  do ex-Conselheiro do Cade, João Paulo Resende, que diz que o conjunto de ativos a ser vendido das duas empresas não forma uma unidade autônoma que seja suficiente para exercer alguma rivalidade à empresa que vai surgir da fusão, o que contraria a própria jurisprudência do Cade e seu Guia de Remédios. A Ouro Verde pede que o Cade não aprove o negócio.

Publicidade