Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Concorrente da Loggi usa bicicleta elétrica para agilizar entregas

Startup EuEntrego lança serviço de entregas expressas e entra na briga com as gigantes

Por Machado da Costa Atualizado em 19 fev 2021, 16h00 - Publicado em 19 fev 2021, 14h46

Um novo concorrente — tá bem, nem tão novo assim — quer incomodar os gigantes do setor de entregas rápidas, como a Loggi, utilizando bicicletas elétricas. A EuEntrego, fundada em 2016, notabilizou-se por utilizar modais alternativos nas entregas. Por exemplo: a startup é líder na utilização de carros de passeio para entregas das vendas online de grandes varejistas. Agora, a partir desse mês, passa a conectar uma rede de bikers autônomos em bicicletas elétricas alugadas a varejistas que necessitam entregas rápidas.

O Grupo RaiaDrogasil (RD) — maior rede de farmácias do Brasil, com mais 2.100 lojas em 23 estados brasileiros — será o pioneiro na utilização da nova modalidade, iniciando uma operação no bairro de Moema em São Paulo, conectando 12 de suas farmácias das marcas DrogaRaia e Drogasil. “Dessa forma, a parceria viabilizará uma estratégia alternativa à utilização de motos em grandes cidades, além de contribuir com o meio ambiente já que o modal é sustentável, com emissão zero de carbono” comenta Flavio Correia, Diretor de Omnichannel & e-Commerce da RD.

O funcionamento é bem simples: a pessoa interessada em fazer entregas se cadastra na plataforma e consegue alugar uma bicicleta elétrica a um preço vantajoso. Depois disso, a EuEntrego conecta o entregador às demandas dos varejistas. Por mês, uma biker pode ter ganhos de 2.000 reais a 2.500 mil reais. “É uma opção vantajosa para todas as partes. O entregador consegue levar as encomendas em sua região com um meio de transporte limpo e saudável, enquanto o varejista encontra uma solução simples e barata para agilizar entregas de seus produtos em sua própria região, trazendo mais conveniência aos seus consumidores”, comenta Vinicius Pessin, CEO da Eu Entrego.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade