Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Comércio pede a Doria volta à fase laranja nos fins de semana em SP

Entidades de classe argumentar que faturamento do setor nos fins de semana chega a 50%

Por Machado da Costa 25 jan 2021, 12h38

Diversas entidades empresariais paulistas ligadas ao comércio vão encaminhar nesta terça-feira, 26, um manifesto ao governador João Doria reivindicando a flexibilização para a fase laranja no estado e especialmente na grande São Paulo durante os finais de semana. A partir desta segunda, 26, o Plano São Paulo instituiu a Fase Vermelha aos sábados e domingos, e entre 20h e 6h do dia seguinte, de segunda a sexta-feira. A medida impacta o funcionamento de bares, restaurantes, comércio, shoppings centers e salões de beleza em São Paulo. Esses setores são responsáveis por cinco milhões de empregos diretos e indiretos na capital paulista.

De acordo com o documento, “considerando que os finais de semana representam entre 40% a 50% do faturamento total da semana, o fechamento prejudicará ainda mais esses setores que já estão agonizando, aumentando o desemprego, reduzindo a remuneração dos funcionários em pelo menos 50% e provocando o fechamento dos negócios”. O documento é assinado pelas seguintes entidades: ALSHOP, SINDRESBAR, ADVB, FACESP, FESESP, ABRASCE, SESCON, ABRASEL, ACSP, CNDL, ABVTEX, ABRAVEST, Renova SP, ABSB, Sindicato de Lojas de Campinas, BRASIL 200, IBGM e CACB.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade