Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Com Acordo de Paris, petróleo vai a US$ 10 em 2050, diz consultoria

Cenário traçado pela consultoria Wood Mackenzie prevê uma queda brusca pela demanda de petróleo para cumprir termos do Acordo

Por Josette Goulart Atualizado em 15 abr 2021, 12h18 - Publicado em 15 abr 2021, 08h17

Se os países agirem decisivamente para limitar o aquecimento global a 2 graus centígrados até 2050, como prevê o Acordo de Paris, a indústria de energia sofrerá uma revolução e o preço do petróleo vai despencar, segundo a conceituada consultoria britânica Wood Mackenzie. A queda pelo petróleo será brusca, fazendo com que os preços comecem a cair já nesta década para cerca de US$ 60, chegando a US$ 40 por barril em 2030 e de US$ 10 a US$ 18 em 2050. Para se ter uma ideia do tamanho da queda, os preços do petróleo estão hoje por volta de US$ 66, chegaram a US$ 70 no começo do ano. No seu auge, em 2008, chegou a valer quase US$ 140 o barril. Já a demanda por gás natural se manteria resiliente, já que é um substituto natural para o carvão, altamente poluente.

“A eletrificação progressiva vai espremer os hidrocarbonetos mais poluentes da matriz energética, quase eliminando seus mercados. A demanda por petróleo diminuirá e, com ela, também diminuirá o poder dos principais produtores de petróleo”, diz o release divulgado nesta quinta-feira, 15, pela Wood Mackenzie. A própria consultoria diz que este é um cenário, não uma previsão, afinal previsões catastróficas sobre petróleo vêm sendo feitas desde a década de 70 sem se concretizarem. 

Leia Também:

  • Cinco pontos que Pazuello precisará explicar na CPI da Pandemia.
  • STF confirma liminar de Barroso que determinou criação da CPI da Covid-19.
  • Partidos indicam membros para CPI da Covid-19 no Senado.
  • Sputnik V: o que ainda trava a chegada da vacina russa no Brasil.
  • Covid-19: doze estados e DF têm taxa de mortalidade maior que a nacional.
  • General Silva e Luna vai ganhar mais que Castello Branco na Petrobras?
  • Com Acordo de Paris, petróleo vai a US$ 10 em 2050, diz consultoria.
Publicidade