Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Clientes reclamam de dinheiro sumido das contas do PicPay

Empresa diz que apenas um percentual pequeno de seus clientes teve problemas para visualizar seu saldo por uma falha no sistema que já foi corrigida

Por Josette Goulart Atualizado em 14 jan 2021, 10h11 - Publicado em 13 jan 2021, 17h23

Centenas de clientes do PicPay inundaram o site Reclame Aqui pedindo explicações da empresa sobre o dinheiro que estaria sumindo de suas contas. Em quatro horas, na manhã desta quarta-feira, 13, foram mais de 350 postagens. Além de verificar que o dinheiro havia sumido da conta, muitos clientes reclamam de não conseguir falar com ninguém da central de atendimento da fintech. No Twitter, o número de reclamações começou a crescer no meio do dia, mas o próprio robô do perfil do PicPay chamou os clientes para uma conversa, em alguns casos resolvendo prontamente a questão. Em outros casos, os clientes ainda estão sem resposta. Oficialmente, a empresa informa que houve uma falha no sistema que já foi identificada e corrigida e que o dinheiro não sumiu da conta dos clientes. Segundo nota enviada pela assessoria do PicPay, pequena parcela de sua base de 38 milhões e usuários teve a visualização de saldo disponível na carteira comprometida. “A empresa reforça que em nenhum momento os valores foram retirados da conta dos usuários, e que a questão da exibição do saldo ja foi normalizada”. 

Um procurador da República que preferiu não se identificar contou ao Radar Econômico que teve o mesmo problema nesta manhã. Seu dinheiro sumiu da conta. Ele tentou entrar em contato com a empresa por telefone sem sucesso e o chat do aplicativo estava desabilitado. O procurador não tem Twitter. Pelo Twitter, alguns clientes tiveram mais sorte. A cliente Barbara Vimiero disse que fez um Pix para sua conta no PicPay na segunda-feira e hoje o dinheiro não estava lá. Ela tentou resolver por telefone, mas ninguém atendeu e o PicPay acabou resolvendo a questão por conversa privada via Twitter.

Uma das clientes que também foi atendido pelo robô do PicPay no Twitter foi Fabiana Baioni, que contou à Veja que desde ontem está recebendo notificações em seu celular de transações feitas em sua conta, que ela não realizou. Fabiana diz que ficou mais de uma hora esperando para ser atendida por telefone e que quando finalmente teve atendimento foi informada de que o caso seria repassado para o setor responsável, que iria entrar em contato em 5 dias úteis. Pelo Twitter, o PicPay pediu uma série de dados pessoais para resolver o problema e Fabiana teve medo de compartilhar por um canal de comunicação que não considera seguro. Outros usuários disseram que a explicação dada pelo PicPay é de que houve uma instabilidade no sistema provocada por mudança de software e que até o final do dia a situação estaria resolvida. Para um deles, a empresa pediu desculpas pela situação atípica e informou que estavam realizando algumas atualizações para proporcionar um ambiente melhor nas movimentações financeiras.

Outros usuários reclamaram de não conseguir pagar contas importantes porque não havia dinheiro na conta. “Entrei na minha conta do PicPay cedo e estava normal, entrei novamente as 10:30 e meu saldo estava zerado, todo meu dinheiro sumiu. Solicito atenção, preciso do dinheiro com urgência. Caso necessário tenho os prints do extrato”, disse uma cliente no site ReclameAqui. No site ReclameAqui, a empresa começou a enviar uma resposta padrão para os clientes, no início da tarde, instruindo os clientes a atualizarem seus aplicativos e informando que daria respostas privadas diretamente pelo e-mail cadastrado na empresa. A empresa informou por nota que  tem trabalhado de maneira incansável para assegurar a melhor experiência aos clientes e a empresa mantém seu time de relacionamento à disposição 24 horas por dia para responder ao volume de mensagens recebidas via redes sociais e chat do aplicativo.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade