Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

China derrubou mercados internacionais e Ibovespa fecha em queda de 1,10%

VEJA Mercado: Ativos chineses despencam após Cathie Wood, da bilionária ARK Invest, se desfazer de quase todos os ativos do fundo principal da gestora

Por Luisa Purchio 27 jul 2021, 18h21

VEJA Mercado Fechamento, 27 de julho

As principais bolsas mundiais encerraram no terreno negativo, impactadas principalmente pelo temor sobre o aperto da regulamentação do governo chinês sobre as empresas de tecnologia e educação no país, o que inevitavelmente se refletiu no Ibovespa. O índice Hang Seng, que abrange empresas de tecnologia nas bolsas de Hong Kong, encerrou em queda de 4,22%. “Até ontem esta questão da China não estava tendo efeito em nenhum mercado, mas hoje começou em função do fato de a ARK Invest, de Cathie Wood, divulgarem a venda das posições de China. Esse tipo de correção causa temor porque acaba tendo boatos de hedge funds perdendo dinheiro”, diz Roberto Attuch, CEO da Ohmresearch.

Sem notícias relevantes no mercado doméstico, o Ibovespa encerrou em queda de 1,10%, a 124.612,03 pontos. CVC, Banco Inter e PetroRio foram os destaques de queda, enquanto o bom desempenho dos ativos ligados a bancos, como Itaú, Bradesco e Banco do Brasil impediram uma queda maior. A CPFL Energia também impulsionou o índice para cima.

Os índices americanos SP500 e Dow Jones encerraram respectivamente em queda de 0,47%, a 4.401,46 pontos, e 0,47%, a 4.401,46 pontos, refletindo também um movimento de correção após a renovação dos recordes históricos realizados ontem. Já a Nasdaq, a bolsa americana de tecnologia, encerrou em queda de 1,12%, mesmo após a divulgação dos resultados positivos da Microsoft no segundo trimestre e à espera dos bons resultados do Google e da Apple.

A Microsoft apresentou lucro por ação (LPA) no quarto trimestre de 2020 de 2,17 dólares, acima das previsões dos analistas, que esperavam 1,91 dólares de LPA. Ainda assim, os papeis da Microsoft encerraram o pregão em queda. Já o Google e a Apple, cujos resultados foram divulgados depois do fechamento do pregão, vieram bastante acima das expectativas e amanhã devem impulsionar as bolsas para cima na abertura do mercado.

Cotação do dólar

O dia foi de desvalorização da moeda americana no cenário global, com o índice DXY, índice que mede a força do dólar em relação a uma cesta de moedas, principalmente o euro, encerrando em queda de 0,19%, a 92,47 pontos. Por aqui, o dólar comercial fechou em leve alta de 0,03%, a 5,1755 reais.

Continua após a publicidade
Publicidade