Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Carrefour seleciona negros de favelas para estágio e bolsa de ensino

Estágio faz parte do conjunto de ações contra o racismo que a empresa se comprometeu a realizar após morte de cliente em uma de suas unidades em 2020

Por Felipe Mendes 22 jul 2021, 19h04

O Carrefour Brasil está realizando a primeira etapa de seu Programa de Estágio Afirmativo 2021, um projeto que selecionará pessoas negras de cinco favelas de São Paulo. A iniciativa faz parte do acordo em que a empresa se comprometeu a combater o racismo, em resposta ao trágico acidente que culminou com a morte de João Alberto Silveira Freitas, um cliente negro que foi espancado por seguranças terceirizados da empresa em uma unidade de um supermercado em Porto Alegre (RS), em novembro de 2020.

A ação está sendo realizada em parceria com a CUFA, a Central Única das Favelas. A primeira turma está buscando candidatos nas favelas de Paraisópolis, Brasilândia, Parque Santo Antônio, Heliópolis e 1010, que deverão passar pelo processo seletivo realizado pela Companhia de Estágios, que contempla testes, painéis com gestores do Carrefour, até chegarem ao vestibular para ingressarem na universidade. Depois de aprovados e com vagas asseguradas na companhia, os novos estagiários passarão por uma trilha de aprendizado e imersão nos negócios da empresa, proporcionando vivência em todos os formatos, e deverão ocupar vagas corporativas na sede do Grupo e no Banco Carrefour, em São Paulo.

O programa de estágio possui período de dois anos e os selecionados poderão optar por cursos superiores com duração de dois a quatro anos. No caso de cursos de Tecnólogo, o Carrefour afirma que a bolsa será de 80% da mensalidade até o final dos estudos, enquanto para os cursos de bacharelado, a empresa será responsável pelo pagamento de 80% no período de dois anos. Após esse período, a bolsa será de 50%. As inscrições seguem abertas até esta sexta-feira, dia 23 de julho.

Publicidade